SEOQuantum Open Nav

Ter sucesso na sua estratégia editorial em 6 passos

Par
le Quarta 01 Dezembro 2021 - Mise à jour Domingo 03 Março 2024
Balise meta description
Temps de lecture : 15 minutes

Quer melhorar sua taxa de conversão na Internet? Deseja também ser mais visível e aumentar o tráfego do seu site? Então, o que você precisa é de uma boa estratégia editorial! Após uma breve definição, compartilho com você as 6 etapas a não negligenciar para alcançá-la. Por fim, apresento com franqueza os prós e contras deste processo essencial para ter sucesso na sua comunicação digital.

👨‍🏫 Definição: o que é uma estratégia editorial?

Uma estratégia editorial, também chamada de estratégia de conteúdo, é o elemento mais importante do seu content marketing. Ela permite definir precisamente suas ações a curto, médio e longo prazo. Dessa forma, você sempre sabe por que está publicando e mantém uma maneira consistente de se comunicar.

Além disso, este elemento estratégico da sua comunicação digital permite responder a um conceito fundamental da redação web: os 5 W!

  • Why: por que você escreve?
  • Who: para quem você se dirige?
  • When: quando você se expressa?
  • Where: onde você publica?
  • What: sobre o que você fala?

Portanto, é uma ferramenta indispensável para atingir seus objetivos e harmonizar seu conteúdo e o trabalho de seus colaboradores. Claro, você pode implementar essa tática de comunicação por conta própria. No entanto, isso exigirá tempo e habilidades. Nesse caso, você provavelmente precisará de várias ferramentas de marketing de conteúdo.

A outra opção é criar uma equipe editorial. Isso, é claro, requer um certo orçamento, mas você economizará tempo valioso. Além disso, cada etapa pode ser gerenciada por especialistas no campo. Esta é, aliás, a primeira das 6 etapas que apresento a seguir.

💥 6 etapas a serem seguidas para criar uma boa estratégia editorial

Antes mesmo de começar a criar sua estratégia editorial, você deve definir um orçamento que esteja disposto a alocar. A comunicação digital tem um custo! Se você não tem certeza do valor que deseja investir, pode, é claro, recorrer a um especialista que fornecerá um orçamento. Outra maneira de ter uma ideia do orçamento necessário é fazer uma análise da sua concorrência na Internet. Depois de concluir esta etapa, você pode começar a criar sua estratégia editorial de forma concreta.

1. Criar sua equipe editorial

Criar sua equipe de content marketing

Recentemente, publiquei um post no blog sobre os 7 profissionais do marketing de conteúdo que ajudam a ter sucesso na estratégia editorial. Aqui está um resumo.

Content marketing manager

É o maestro da sua estratégia editorial e, de forma mais ampla, do seu marketing de conteúdo. Ele conhece perfeitamente todos os canais de distribuição e todos os suportes digitais. Portanto, coordena todos os atores da sua comunicação digital e garante o cumprimento de cada aspecto estratégico.

Consultor de SEO

Também chamado de especialista ou especialista em SEO, o consultor cuida da visibilidade do seu site no Google e em outros mecanismos de busca. Ele coordena os 3 pilares do SEO, que são a técnica, a otimização de conteúdo e a popularidade.

Especialista em SEA

Ao contrário do ponto anterior, que visa visibilidade a longo prazo, o especialista em SEA cuida da promoção pontual dos seus serviços. Ele conhece perfeitamente o funcionamento das publicações pagas nas redes sociais e nos mecanismos de busca.

Copywriter de SEO

A redação de conteúdo na Web requer habilidades específicas. De fato, a diversidade de suportes de leitura digital e a intensa concorrência tornam isso uma arte que apenas especialistas dominam totalmente. Ele sabe, portanto, satisfazer tanto as exigências dos usuários quanto as dos algoritmos de SEO.

Community manager

O gerente de comunidade se especializou na criação e publicação de conteúdo nas redes sociais. Ele não apenas mantém um relacionamento próximo com seus clientes, mas também tem uma grande responsabilidade em relação à sua imagem de marca.

Designer gráfico web

É o artista responsável pela comunicação visual da sua empresa. Seja para o seu site, suas imagens nas redes sociais ou a criação de infográficos, seu trabalho é muito importante para sua estratégia de conteúdo visual.

Editor de vídeo

A comunicação em vídeo agora faz parte integrante de uma estratégia de conteúdo. O editor de vídeo especializado na Web sabe adaptar o conteúdo às diferentes plataformas de distribuição. Embora a criação de vídeo possa parecer simples à primeira vista, sua qualidade é essencial para uma promoção ideal da sua marca.

2. Estabelecer sua linha editorial

A linha editorial é o fio condutor da sua estratégia de conteúdo. Uma vez estabelecida, permite transmitir uma mensagem coerente e consistente ao seu público. Abaixo, detalho os três elementos a serem considerados ao criá-la.

Sua imagem corporativa

Qual imagem você deseja transmitir na Internet? Esta é a primeira pergunta a ser respondida para começar a criar sua linha editorial corretamente. Isso depende dos seus valores, desejos e personalidade.

Suas personas

Este elemento é absolutamente crucial ao estabelecer uma linha editorial. De fato, você deve adaptar sua mensagem ao seu público-alvo, pois o contrário não é possível! Sempre pense em quem você está se dirigindo e como sua mensagem será percebida. Definir suas personas é, portanto, essencial para o seu sucesso.

A importância da persona na sua estratégia editorial

Seus objetivos

Onde você quer estar em um, cinco ou dez anos? Qual é a receita de que você precisa e o que deseja vender para chegar lá? Tantas perguntas que direcionarão sua estratégia editorial a longo prazo! Isso também permitirá que você analise dados específicos para refinar suas publicações no futuro (ponto 6).

3. Controlar seu conteúdo existente

Se você já publicou conteúdo em seu site ou nas redes sociais, pode analisá-lo para tirar conclusões. Esses dados permitirão que você reproduza as ações que funcionam em seu campo e ajudarão a refinar sua estratégia editorial.

Em relação às redes sociais, você não poderá atualizá-las de maneira eficaz. No entanto, você pode verificar as estatísticas disponíveis nas diferentes plataformas para entender sua eficácia. Você pode então identificar as publicações que funcionaram melhor e usá-las como inspiração para suas futuras comunicações.

Para os conteúdos publicados no seu site, você também pode verificar sua visibilidade e eficácia. Para isso, recomendo o uso do Google Search Console Insights. Não só você poderá se inspirar novamente naqueles que funcionam melhor, mas também terá a oportunidade de atualizar seus textos mais promissores.

Para atualizar o conteúdo, você pode contratar um profissional ou fazer isso por conta própria. Se você deseja economizar tempo e ter certeza da qualidade do seu trabalho, pode usar ferramentas disponíveis online. Aliás, com a ferramenta de análise semântica do SEOQuantum, você descobre facilmente os eixos de otimização necessários para melhorar seu conteúdo.

Otimização de conteúdo com SEOQuantum

4. Planejar seu conteúdo futuro

Depois de criar sua linha editorial e analisar seu conteúdo online, você pode começar a planejar suas próximas publicações. Para o seu site, lembro a importância dos topic clusters que ajudam a definir sua estrutura.

Além disso, lembre-se de variar seu conteúdo. De fato, como mencionei anteriormente, além da sua comunicação escrita, os conteúdos visual e em vídeo são aliados poderosos na sua estratégia editorial. A isso, acrescentaria ainda o conteúdo em áudio. Este último tem ganhado popularidade nos últimos anos, pois oferece um conforto incomparável para o seu público.

Para garantir a homogeneidade da sua comunicação a longo prazo, aconselho a não negligenciar os três pontos a seguir.

O guia de estilo editorial

Neste documento, você reunirá todos os elementos da sua linha editorial, bem como informações gerais sobre redação na web. Aqui estão as instruções que sugiro que você coloque por escrito no início da sua estratégia editorial:

  • O tom a ser usado.
  • O estilo a ser empregado.
  • A descrição do projeto e dos objetivos.
  • As mensagens a serem transmitidas ou evitadas.
  • O vocabulário adequado ou inadequado.
  • Os assuntos a serem evitados.
  • A formatação.

O guia editorial, no entanto, não é um documento estático. Sua experiência permitirá que você o refine ao longo do tempo. Você pode, por exemplo, listar os erros mais comuns encontrados durante a criação de conteúdo.

O calendário editorial

Também chamado de calendário de conteúdo, este documento permite planejar todas as suas publicações. Assim, você pode ajustar sua frequência de publicação e atribuir tarefas aos seus colaboradores.

No entanto, acredito que não é necessário fazer um plano a longo prazo. Alguns meses são suficientes e, em seguida, você pode completá-lo com base nos temas que funcionaram melhor. Também é uma excelente ferramenta para agendar promoções pontuais ou sazonais.

Ao contrário do que se pensa, o calendário editorial não se refere apenas ao conteúdo escrito que você publica em seu site ou nas plataformas sociais. Por exemplo, você pode incluir suas newsletters, infográficos, e-books ou qualquer outra criação de conteúdo.

O briefing editorial

O briefing editorial é o documento que detalha especificamente cada linha do seu planejamento. Ele permite transmitir o máximo de informações ao criador de conteúdo. Pode fornecer detalhes muito específicos sobre:

  • O tipo de conteúdo.
  • O perfil do cliente-alvo.
  • Os temas a serem abordados.
  • Os links internos e/ou externos a serem colocados no corpo do texto.
  • O comprimento do conteúdo.
  • As recomendações de otimização de SEO (se relevante).
  • Etc.

Como este suporte geralmente contém as mesmas informações, você pode criar rapidamente um modelo padrão. Em seguida, basta atualizá-lo para cada tema proposto no calendário editorial. Mais uma vez, com a experiência, este documento evoluirá até corresponder totalmente a todas as suas exigências.

5. Publicar conteúdo de qualidade

O conteúdo é rei em SEO

Agora que você implementou as etapas anteriores, pode finalmente publicar novo conteúdo! No entanto, lembro que o Google quer conteúdo de qualidade e isso também é verdade para os usuários da Internet. Isso vale para o conteúdo escrito, visual, áudio e vídeo.

Para conseguir isso, o melhor é, é claro, contratar profissionais. No entanto, se você acha que tem as habilidades e qualidades necessárias, lembro as regras EAT neste outro post do blog. Seguindo essas informações, você certamente provará aos mecanismos de busca que seus conteúdos merecem seu lugar no topo da SERP.

Embora a criação de conteúdo de qualidade exija tempo ou dinheiro, vale a pena. Seu objetivo é ser visível na Web, responder corretamente às intenções de pesquisa dos usuários e converter efetivamente seu público em prospect e, em seguida, em cliente. Portanto, é melhor priorizar a qualidade em vez da quantidade. Lembro que sua estratégia editorial é baseada no longo prazo e não é publicando todos os dias que isso acontecerá mais rápido.

Aliás, a qualidade do seu conteúdo é tão importante que John Muller indicou recentemente que se preocupar com a qualidade do seu conteúdo é provavelmente a melhor maneira de tentar recuperar o tráfego após uma atualização do algoritmo. Isso corresponde totalmente à lógica do Google MUM! Para ouvir seu ponto de vista, sugiro que você assista a este vídeo (em inglês): https://www.youtube.com/watch?v=Vd0rEQrwHDc&t=1115s.

6. Monitorar a eficácia da sua estratégia editorial

Uma vez implementada, sua estratégia editorial não para por aí! De fato, você deve verificar continuamente sua eficácia nas diferentes plataformas que utiliza.

Para começar, você pode analisar os indicadores-chave de desempenho (KPIs) mais interessantes, como:

  • Índice de notoriedade.
  • Índice de engajamento.
  • Índice gerador de leads.
  • Índice de vendas.
  • Índice de fidelização.

Para controlar seu SEO, você tem, é claro, as ferramentas do Google disponíveis:

  • Google Analytics.
  • Google Search Console.
  • Google Search Console Insights.

Para verificar a rentabilidade do seu SEA, você tem acesso a dados detalhados nas diferentes redes sociais ou mecanismos de busca que você privilegiou. Para isso, estão disponíveis ferramentas como:

  • Google Ads
  • Facebook Ads

Em resumo, independentemente do dispositivo de comunicação utilizado, você deve prestar atenção a todas as estatísticas disponíveis. Qual foi o sucesso da sua última campanha de e-mail? Como funciona o seu funil de vendas? Quantas visualizações seu último vídeo no YouTube obteve? Qual foi a audiência do seu último podcast? Etc.

😀 As vantagens de uma estratégia editorial

Ao longo deste artigo, detalhei as razões para estabelecer uma boa estratégia editorial e seus benefícios. Aqui está um resumo das vantagens deste processo que considero essencial para o sucesso do seu marketing de conteúdo.

  • Linha diretriz: independentemente de quem cuida da criação do seu conteúdo, sua comunicação permanece consistente e harmoniosa.
  • Imagem de marca: a personalidade da sua empresa é cuidada e representativa dos seus valores em cada etapa da criação de conteúdo.
  • Personalização do seu discurso: ao segmentar perfeitamente sua persona, você conhece a maneira mais eficaz de comunicar suas informações.
  • Visão global a longo prazo: você pode se organizar com antecedência e economizar tempo valioso sem perder de vista seu objetivo final.
  • Visibilidade na Web: ao contratar profissionais competentes e variar seu conteúdo, você é visível em todos os canais de distribuição.
  • Acompanhamento dos seus prospects: você responde de forma concreta às expectativas e necessidades dos seus clientes em potencial.
  • Aumento do ROI: por fim, seu retorno sobre investimento melhora à medida que sua estratégia editorial se aprimora.

🤨 As desvantagens de uma estratégia editorial

Claro, nada é perfeito! Também existem desvantagens em uma estratégia de conteúdo. Cabe a você pesar os prós e contras e adaptar suas ações de acordo.

  • Competências: a implementação da sua estratégia editorial requer habilidades variadas que geralmente exigem o trabalho de vários colaboradores.
  • Orçamento: contratar profissionais para criar seu conteúdo requer um investimento regular. O mesmo vale para as estratégias de publicidade paga.
  • Duração: a criação de conteúdo leva tempo e os resultados em SEO só são observados a longo prazo.
  • Constância: uma vez iniciada a máquina, é preciso manter o ritmo. Isso é certamente verdade para blogs, publicação de vídeos e comunicação nas redes sociais.

Pessoalmente, acredito que, a partir do momento em que se deseja entrar na comunicação digital, uma estratégia editorial é fundamental. Você sempre pode adaptá-la de acordo com seus recursos e objetivos a curto, médio e longo prazo. Aliás, como sempre, o mais difícil é começar! Mas você verá que, uma vez estabelecida, sua estratégia de conteúdo lhe proporcionará serenidade, tempo e dinheiro.

## 🎬 Conclusão

O que você deve lembrar sobre a estratégia editorial? Primeiro, que ela é a base da arquitetura da sua comunicação na Internet. Em seguida, que ela é implementada em 6 etapas e nunca para:

1. Crie uma equipe de profissionais nas áreas necessárias.
2. Desenvolva uma linha editorial que o represente e corresponda ao seu público.
3. Verifique os conteúdos já publicados e atualize-os, se necessário.
4. Planeje e varie a publicação de seus conteúdos.
5. Publique apenas conteúdo de qualidade com alto valor agregado.
6. Monitore constantemente sua eficácia e ajuste sua estratégia de acordo.

Mas talvez você já se sinta pronto para criar sua estratégia editorial? Ótimo! Antes de começar, convido você a se inspirar em um caso concreto que permitiu a Boris e sua equipe decolar sua empresa em três meses: "Exemplo de uma estratégia editorial de alto desempenho".

Need to go further?

If you need to delve deeper into the topic, the editorial team recommends the following 5 contents:

No votes yet

Alors, prêts à booster votre référencement naturel ?

Testez notre version d'essai

Essayer pendant 7 jours
SEOQuantum